Origem do Bacalhau à Gomes de Sá

Origem do Bacalhau à Gomes de Sá

A origem do Bacalhau à Gomes de Sá deve-se a José Luiz Gomes de Sá Júnior. Gomes de Sá, nascido a 7 de fevereiro de 1851, era filho de um armazenista de Bacalhau da cidade do Porto, mais concretamente na Rua do Muro dos Bacalhoeiro, sendo já depois da morte do pai que terá trabalhado num restaurante no local da Ponte da Pedra, em Leça do Balio onde terá criado a receita de Bacalhau.

Luiz Gomes de Sá Júnior - Criador do Bacalhau à Gomes de Sá
Luiz Gomes de Sá Júnior – Criador do Bacalhau à Gomes de Sá

Diz-se que a sua especialidade eram os Bolinhos de Bacalhau, mas certo dia farto de fazer os Bolinhos de Bacalhau, decidiu fazer outra receita, utilizando os mesmos ingredientes. Surgiu assim o Bacalhau à Gomes de Sá.

O local era frequentado por ilustres personalidades da cidade do Porto, entre eles Camilo Castelo Branco, que o chega a mencionar nas suas obras, dando fama ao Bacalhau à Gomes de Sá.

Entretanto Gomes de Sá, em tempo de crise financeira, vende a receita a um amigo (por 50 mil reis), cozinheiro do Restaurante Lisbonense, localizado na Travessa dos Congregados, avisando-o que não poderia alterar nenhum ingrediente, pois iria colocar em causa a qualidade da receita.

Este prato ainda hoje é confecionado praticamente da mesma forma, não sendo costume demolhar o Bacalhau em leite.

Receita Original Bacalhau à Gomes de Sá

Ingredientes

  • 3 Lombos de Bacalhau demolhado
  • Leite
  • 5 Batatas
  • 2 Dentes de alho
  • 2 Cebolas
  • Ovos
  • Sal q.b.
  • Azeite q.b.
  • Salsa q.b.
  • Azeitonas pretas

Confeção

Pré aqueça o forno a 180ºC.

Coloque o Bacalhau num tacho, cubra com água a ferver, tape e deixe por 20 minutos sem ferver.

Passados os 20 minutos retire o Bacalhau da água e coloque em Leite quente durante cerca de 2 horas. Apenas quente, não é para ferver.

Quando estiver na hora de retirar o Bacalhau do Leite, coloque as Batatas a cozer em água com Sal durante cerca de 20 minutos e enquanto as Batatas cozem tire a pele e espinhas do Bacalhau, ficando apenas com as lascas.

Numa assadeira coloque uma boa quantidade de azeite no fundo, disponha depois as Cebolas em rodelas e o Alho picado e leve ao forno durante 30 minutos. Ao fim desse tempo disponha na assadeira por cima da Cebola e do Alho, as Batatas cortadas em rodelas, as lascas de Bacalhau e leve ao forno mais 15 minutos.

Enquanto o Bacalhau está no forno, coza os ovos.

Retire o Bacalhau do Forno, coloque os Ovos cozidos às rodelas por cima e finalize com Azeitonas Pretas e Salsa a gosto.

Vídeo da Receita Original Bacalhau à Gomes de Sá

Receita Bacalhau à Gomes de Sá oPaiChef

Inspirado no Bacalhau à Gomes de (Sá Pessoa) do Chef Henrique Sá Pessoa, a grande diferença é ser feito com Bacalhau confitado e não ir ao forno. Embora goste da receita original, prefiro esta receita que tem descrição pormenorizada abaixo.

Ingredientes

  • 3 Lombos de Bacalhau demolhado
  • 5 Batatas
  • 2 Dentes de alho
  • 2 Cebolas
  • Ovos
  • Sal q.b.
  • Azeite q.b.
  • Salsa q.b.
  • Azeitonas pretas

Confeção

Aquecer um tacho com Azeite até chegar aos 80ºC, juntar uma folha de Louro e um dente de Alho esmagado, e colocar o Bacalhau a confitar durante 10 minutos. Se não tiver termómetro, coloque o dente de Alho no azeite e assim que começar a borbulhar ligeiramente, desligue o lume.

Lasque o Bacalhau, retirando a pele e espinhas.

Coza as Batatas em água e sal, cortadas em quartos cerca de 20 minutos.

Coza os Ovos. A meu gosto, são 6 minutos certos, para manter cremosidade na gema.

Numa frigideira, refogue em Azeite a Cebola em rodelas e o Alho picado, assim que a Cebola estiver translúcida acrescente, as lascas de Bacalhau e as Batatas com casca, envolvendo tudo.

Finalize com os Ovos cozidos cortados a meio, Azeitonas Pretas e Salsa picada a gosto.

Curiosidade

A titulo de curiosidade, sabendo que o Bacalhau à Gomes de Sá foi inventado no local da Ponte da Pedra, deixo-vos uma canção do Miguel Araújo, embora cantada pelo António Zambujo, em que retrata uma história de amor vivida no elétrico número 7, que fazia a ligação entre o Amial (Porto) e a Ponte da Pedra (Leça do Balio).

Pica do Sete – Canção de Miguel Araújo, interpretada por António Zambujo

Gostaram da receita? AQUI está outra que podem gostar.

Deixe um comentário